A minha vida aos bocados...
Terça-feira, 30 de Novembro de 2004

Um ano, as minhas colegas da frente decidiram questionar-me, acerca da existência de alguma rapariga que me fazia mexer o coração...
Eu bem que me tentei afastar da situação, mas elas insistiram tanto, com tantas perguntas que não consegui... Elas foram mais fortes do que eu!! A pressão foi tanta que deixei sair um nome: Sandra
Uma rapariga baixinha, de cabelos pretos ondulados, dona de uma voz levemente rouca e sexy.. Acho que era isso o que mais me impressionava naquela rapariga.. a voz levemente rouca.. era simplesmente sensual...
Rapidamente, Vera e Telma, engendraram uma maneira de me fazer avançar para uma declaração amorosa, não sei como é que me deixei meter nestas coisas assim desta maneira, empurrado e pressionado por raparigas, até parece que eram elas que controlavam a minha vida...
Finalmente numa sexta feira, deixei cair a noticia bomba através de uma carta, nas mãos da Sandra.. E fugi sem pensar, para que ela não se sentisse pressionada.. refugiei-me em casa durante o fim de semana.. Não sei o que aconteceu entre os meus colegas e a Sandra durante o seu regresso a casa nessa sexta feira, mas sei que a notícia se espalhou que nem pólvora num rastilho em forma de teia! Segunda feira soube que a Sandra estava indecisa.. quando perguntei porquê nem quis acreditar! Outros 3 rapazes ao saber da minha declaração fizeram-se ao lance e a Sandra agora tinha 4 rapazes atrás dela!
Mas a indecisão foi tanta que naquele ano não escolheu ninguém.. Talvez fosse um teste para ver qual era o mais persistente, pois no ano seguinte optou por um dos 4, era mais novo do que eu e do que ela! Ainda estou tão longe da 3a idade e já me tinham trocado por um gajo mais novo do que eu...
Um gajo fica arrasado a nivel psicológico!! Deixa de acreditar no amor e passa a pensar apenas em prazer carnal! Tornei-me num homem igual a tantos outros.. pensando só em sexo...
Aquele namoro só durou um ano, depois ela começou a andar com outro..
Eu mudei de casa, e com o passar do tempo descobri que ela também tinha mudado e que agora morava num prédio à frente do meu! Mas com um terceiro namorado..
E de pensar que tudo isto começou com uma simples cartinha...
Agora vejo-a às vezes no autocarro quando vamos para casa, ou encostada num prédio aqui ao lado com o namorado, que acho ser o mesmo ainda, desta vez..
É a vida meus amigos!
É preciso continuar. Parar é morrer. Não fiques parado a ver a vida dos outros, vive a tua!
publicado por DarkAngel às 01:59

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
27

28
29


Últ. comentários
Este poema de E.E Cummings é um dos meus favoritos...
Alcorein!! Há quanto tempo!! Morro de saudades da ...
Estas pesquisas no google são ouro. Os meus coment...
se estás assim agora, imagina no verão! ahah
Eu também!!!
Já tinha saudades tuas!! :-)
Sim,de facto tenho de confessar gosto mais desta v...
Sem dúvida...Mas deviamos ter um botão para aciona...
Há animais que merecem mais carinho do que muitas ...
sim ^^
mais comentados
95 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
13 comentários
13 comentários
13 comentários
12 comentários
11 comentários
11 comentários
subscrever feeds